Junho 2016 | Blog do Joanir

Links com imagens do post no Twitter

quarta-feira, 29 de junho de 2016
Veja como deixar os links do seus posts do Blogger com o título, resumo e imagem no Twitter. Para isto, basta apenas adicionar algumas tags no Template do seu blog do Blogspot/Blogger.

Cartão de Resumo do Twitter com Imagem grande
Cartão de Resumo do Twitter com Imagem grande

Se você é usuário constante do Twitter e já compartilhou alguns do seus posts por lá, deve ter percebido como a exibição deles ficar feio por lá, não é mesmo? Fica apenas o link, diferente como aparece no Facebook, com imagem, título e resumo.

Mas, pra alegriada gente, há um jeito de pôr metatags do Twitter no nosso blog. O processo é bem simples.

Criando o Card Types (Cartão de Resumo)


1.1 Entre no Painel do seu blog, vá em Modelos, depois em Editar HTML.

1.2 Clique em qualquer área dentro do editor, aperte Ctrl+F para abrir o buscador e pesquise por <head> ou </head>. Note que o código que vamos colar a seguir deve estar dentro dessa tag.

<head>
...
código
...
</head>

1.3 Cole o seguinte código:

<meta content='summary_large_image' name='twitter:card'/>
<meta content='@masqueseyo' name='twitter:site'/>
<meta content='@joanir007' name='twitter:creator'/>
<meta expr:content='data:blog.homepageUrl' name='twitter:domain'/>
<b:if cond='data:blog.pageType == &quot;item&quot;'>
<meta expr:content='data:blog.canonicalUrl' name='twitter:url'/>
<meta expr:content='data:blog.pageName' name='twitter:title'/>
<meta expr:content='data:blog.postImageUrl' name='twitter:image:src'/>
<b:else/>
<meta expr:content='data:blog.homepageUrl' name='twitter:url'/>
<meta expr:content='data:blog.pageTitle' name='twitter:title'/>
<meta content='https://2.bp.blogspot.com/-sXXcYml7txg/VsJB2kzn4-I/AAAAAAAAHK0/ls8kMsbwrNQ/s1600/mqsy-logo.png' name='twitter:image:src'/>
</b:if>
<b:if cond='data:blog.metaDescription'>
<meta expr:content='data:blog.metaDescription' name='twitter:description'/>
</b:if>
<meta expr:content='data:blog.canonicalUrl' name='twitter:url'/>

1.4 Observe as partes destacadas. Faremos as seguintes alterações:

    - Caso queira que a imagem fique pequena, substitua essa linha por <meta name="twitter:card" content="summary" />
    - Substitua pelo Twitter do seu blog. Caso ele não tenha, você pode remover essa linha.
    - Substitua pelo seu Twitter.
    - Substitua pela imagem do seu blog, ou seja, a imagem do cabeçalho ou alguma que o caracterize.

1.5 Salve o seu template.

1.6 Agora, acesse o Card Validator, cole o link do seu blog e clique em Preview Card.

Clique em Preview card para validar o seu Blog

Pronto, agora basta esperar um pouco. Pode levar até dois dias para o Twitter validar tudo.

Algumas considerações

Para que tudo funcione direitinho, você tem que levar algumas coisas em consideração:

2.1 Adicionar um título não muito grande ao seus posts (no máximo, 70 caracteres).

2.2 Adicionar um resumo ou descrição do seu post (no máximo, 200 caracteres). Para fazer isso, no editor do post, clique em Descrição da pesquisa e adicione um resumo.

2.3 Sempre adicione uma imagem ao seu post.

  Quer ajudar o nosso blog?

Este tutorial foi útil pra você? Te ajudou a melhorar o seu blog? Então nos ajude também, dê like, comente e compartilhe este post. Ah, e deixe também sua doação em dinheiro:
FAÇA SUA DOAÇÃO ONLINE CLICANDO AQUI

Pronto! Chegamos ao final de mais um post. Se você quiser ler mais sobre isso, pode conferir os documentos do Twitter Card Types, fonte deste tutorial. Qualquer dúvida ou sugestão de tema, basta comentar. Até a próxima!!

Comprou da China? Então não tenha pressa

terça-feira, 21 de junho de 2016
Comprar coisas da internet é sempre uma aventura. E a aventura fica mais divertida ainda quando o produto comprado vem do outro lado do mundo, mais especificamente, da China. O produto vem de navio, mas parece que vem de jegue pelos mares desse nosso mundão. Então, por esse motivo, nada de pressa. Relaxe e torça para que o produto chegue algum dia, algum ano, algum século.

Comprou da China? Então não tenha pressa
Uma compra muito doida com altas aventuras

Não é a primeira vez que compro algo pela internet. Na verdade, já nem sei quantos vezes comprei algo desse jeito. A minha última aquisição foi um celular, mas comprei aqui do Brasil mesmo e tenho usado muito ele pra escrever aqui. Em outras datas, comprei fone de ouvido, cubo para baixo, teclado musical, mais fone de ouvido, câmera e etc. Até aí tudo bem.

O problema e o medo vem quando resolvo comprar coisas que não tem aqui no Brasil, ou se tem, tá com o preço do meu rim direito. Nesses casos, recorro à querida China. E de lá, foi que fiz minha primeira compra online, em 2011. Um celular da Foster (que acho que nem existe mais). Este celular é daquela série de MP6, MP7, MP20, MP(n). São ruizinhos, mas são bons. Comprei ele e demorou um tempão pra chegar aqui. Tempão mesmo, uns 4 meses no total. E quando chegou, veio com a tela quebrada. Falando com os importadores, consegui outro, e este veio em apenas 1 mês de lá.

Anos se passaram, algumas outras compras internacionais foram feitas, até chegarmos a este ano. Fevereiro de 2016. Aliexpress. Compro um microfone de Lapela da marca Dagee. Razoavelmente bom, segundo a internet. Aqui no Brasil custando 70 reais mais frete, lá na China encontrei por 2 dólares e meio. Deu quase 10 reais. Comprei feliz.

- Fiz um bom negócio! - Pensei, enquanto vinha a minha mente vozes dizendo" A cada um minuto, quatro coisas vendem".

Mas 4 meses se passaram e junho chegou. O frio também chegou. Só o que não chegou foi o meu microfone. Trágico. Triste. Estou com frio, cacilda. Entro no site, quero saber o que quita conte seno. Entro em disputa. O caso é sério. O caso é em inglês.

- The book is on the table. - Eu só sei falar isso. Mas a disputa tem que ser toda em inglês.
- My product not chegou here. Please, devolver my money because sim. - Eu fiz um verdadeiro embromeichon.

Alguns dias de disputa. Eu de um lado. O vendedor de outro, negando tudo. "I need a advogado" - eu realmente pensei. "Cacilda, me ajuda, eu quero meus 10 real  de volta". A Aliexpress intermediando tudo.

Depois de uma semana de estudos forçados de inglês no tradutor do Google, de conversas sem sentido com o vendedor no site, o caso foi encerrado. Pensei, agora fico sem o produto e sem o dinheiro. Mas eis que no dia seguinte, surge na minha conta os 2 dólares e quebrados. E, pra minha outra surpresa nem um pouco esperada, de manhã, os correios buzina, deixa algo na caixa. Vou lá desacreditado da vida: meu microfone estava lá.

Como que pode né? Quatro meses de espera; resolvo disputar; venço a disputa; meu microfone chega. Sequência bizarra. Ainda não vi como poderei transferir o dinheiro novamente para o vendedor, mas depois farei isso.

Então, o que podemos concluir, amiguinhos, é que: se comprar da China, não tenha pressa. Um dia o produto vem, mas pode demorar meses. Tenha fé. Tenha esperança. Estude inglês!

Gostou do post? Meio engraçado isso não é? Já comprou pela internet? Já comprou direto da China? Conte-nos como foi essa aventura. Até mais ver!

Youtube responsivo no blogger

segunda-feira, 20 de junho de 2016
Veja como deixar a box de vídeos incorporados do Youtube responsiva no seu blog. O processo é simples, bastando apenas você criar uma class e configurá-la.

Youtube: incorporação responsiva
Youtube: incorporação responsiva

Atualmente, muita gente está acessando a internet pelo celular, Isso é fato. O blogueiro que não ajustar seu blog para isto estará em desvantagem, já que ver um site não responsivo no celular é uma verdadeira sofrência. Deixar a página leve e que se adapta a qualquer tamanho de tela é obrigação de todos nós.

Levando isso em consideração, devemos pensar também nos vídeos que colocamos nos nossos posts. Ele deve ser fácil de ser clicado e assistido. Incorporar vídeos do Youtube é uma ótima opção, mas não sei porque ainda a Google não pôs a mão na consciência de criar uma box responsiva pra isso. No caso, se você incorporar um vídeo no seu post com largura de 560px,  mesmo que seu blog seja responsivo, a box do Youtube permanecerá com essa largura numa tela pequena. Ponto negativo pra Google, que presa tanto por conteúdo responsivo no seus mecanismos de busca.

Mas, se a Google não resolve isso, a gente dá um jeito. Veja uma maneira simples, mas eficaz de deixar a box do Youtube responsiva nestes dois passos:

1 Criando uma classe para o youtube

1.1 Para que você não precise criar essa classe em todos os posts que usar vídeo, vamos configurá-la no editor HTML do próprio Blogger. Acesse- o em Painel do seu blog > Modelo > Editar HTML:

Editar HTML
Clique em Editar HTML

1.2 Clique em qualquer lugar do editor e aperte  Ctrl+F para abrir a busca, procure por ]]></b:skin> e na linha de cima, cole o código:

.youtube {
position:relative;
padding-bottom:52%;
padding-top:30px;
height:0;
overflow:hidden;}
.youtube iframe, .video-container object, .video-container embed {
position:absolute;
top:0;
left:0;
width:100%;
height:100%;}

2 Incorporando vídeos responsivos do Youtube

2.1 Quando você precisar incorporar um vídeo do Youtube, pegue o código diretamente no site:

Incorporar vídeo do Youtube
Clique em Compartilhar > Incorporar

2.2 Com o código copiado, vá para o editor do seu post, no modo Escrever ainda, pule duas linhas, escreva algo, como por exemplo, "Asdf", e mude o alinhamento para Alinhar ao centro.

Alinhe ao centro para criar uma nova div
Alinhe ao centro para criar uma nova div

2.3 No modo HTML, localize o "Asdf" e o substitua pelo código de incorporamento do Youtube:

Cole o código do Youtube no lugar do Asdf
Cole o código do Youtube no lugar do Asdf

2.4 Agora é que a mágica acontece. Você precisará adicionar uma classe chamada youtube pra div do vídeo:

2.4.1 Veja como está o código:

<div style="text-align: center;">
<iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/pSdj3q0yLZo" frameborder="0" allowfullscreen></iframe></div>

2.4.2 Veja as alterações que você precisará fazer:

<div style="text-align: center;" class="youtube">
<iframe width="560" height="315" src="https://www.youtube.com/embed/pSdj3q0yLZo" frameborder="0" allowfullscreen></iframe></div>

Só isso mesmo! Legal né? Veja o vídeo abaixo. Faça o teste redimensionando a tela. Ele se ajustará automaticamente à largura de exibição.


Bom, é isso aí! Se gostou, deixe sua opinião aí embaixo, compartilhe este post com outros blogueiros. Até a próxima!

Quem gosta de frio?

terça-feira, 14 de junho de 2016
A pessoa que diz gostar do frio não sabe o que está dizendo, ou não sabe o que é frio de verdade.

Frio mesmo

Até o ano passado, eu até dizia gostar, mas o frio desse ano já me fez mudar de ideia. Tá muito frio, e o frio está em todo lugar.

E eu realmente estou com frio agora e preguiça, muita preguiça de continuar escrevendo isso. Desânimo deste blog.

Até mais.

Inauguração da chaleira nova

segunda-feira, 13 de junho de 2016
Hoje, a cidade de Cascavel teve a honra de sediar a inauguração da chaleira da minha mãe. O evento ocorreu no final da tarde, e contou com a presença de autoridades do município.

A chaleira intocável
A chaleira intocável

O evento teve importância jornalística e municipal porque minha mãe tem a mania de comprar coisas, que supostamente seriam para uso, para apenas enfeitar a casa. E aí que entra essa chaleira.

A famosa chaleira intocável. Ela brilhava no paneleiro. Não era de prata, mas era a rainha entre as panelas irmãs. O bule, que ficava no andar de baixo até tinha o nariz empinado, mas era pra chaleira que qualquer pessoa que vinha em casa olhava e comentava.

Por esse motivo, a chaleira nunca tinha sido usada. Como disse antes, era intocável.

Mas hoje (11 de junho), ela foi inaugurada com um chá de não lembro o que. O chá tava quentinho. A chaleira na mesa, sorria. Soltava vapor. O momento era inédito e histórico. Chamamos a reportagem de Rede Globo e autoridades municipais compareceram para prestarem os seus discursos.

O prefeito da cidade, Edgar Buenos Días, começou:

- Nunca antes na história desta cidade e na gestão de outros prefeitos, algo parecido havia acontecido. Fico muito feliz que tenha acontecido na minha. Isso confirma que nossa cidade é uma metrópole em construção!

A repórter bonitinha da Globo me entrevistou:

- O que você sente ao poder tomar seu chá nessa chaleira que a anos estava na sua casa, mas não podia ser usada?
- Muito legal, empolgante! - Exclamei e finalizei. - Leiteee!

E assim, o evento corria muito bem, até que eu comento com minha mãe:

- Inaugurou finalmente! - Dou aquela risada sem graça.
- Inaugurei o quê? - Perguntou ela, sem saber do que eu estava falando.

Leitor(a), acontece que não foi ela que inaugurou a chaleira, foi meu irmão mais novo. Ela nem estava sabendo que a chaleira estava na mesa contendo em si aquele delicioso chá. Sentindo a treta que poderia estar se aproximando, o prefeito saltou a janela e sumiu pela rua. O tempo fechou, apareceram algumas nuvens, mas não houve briga.

Desse modo, o evento findou-se sem nenhum problema.

A missão

sexta-feira, 10 de junho de 2016
Confira neste post minha incrível missão noturna de ir no mercado comprar algumas coisas para casa.

Imagem: http://www.assombrado.com.br

Pra quem me conhece, sabe que odeio ir no mercado. Falar a verdade, só a minha família mesmo que sabe disso, até porque não é muito normal eu sair por aí ou na casa dos meus amigos e falar:

- Oi, sabia que eu não gosto de ir em mercado, supermercado e derivados?
- E eu com isso? - Provavelmente me responderiam.

Também não tem sentido eu estar contando isso aqui, mas estou fazendo exatamente isso. Eu não gosto de ir em mercado!

Pode ser mais pequeno que o meu quarto. Pra mim dá no mesmo. O mercado é um casarão gigante só com quatro paredes, cheio de corredores formados por estantes repletas de produtos. Eu fico perdido. Não faço ideia de onde o estrato de tomate está. Não sei se o macarrão está à esquerda. É confuso.

Aí eu me pergunto, e te pergunto também, caso você queira responder: por que, em pleno século XXI, não inventaram um mapa ou GPS pros supermercados? Será que ninguém percebeu que esses lugares são confusos? Quantas crianças a mais se perderão neles para que alguém ponha a mão e a mãe na consciência? Essas indagações tomaram minha mente neste dia.

Hoje, fui incumbido de ir num mercado aqui do bairro. Era visível no meu rosto vermelho pelo frio que eu não queria ir, mas tive que ir. Chorar e espernear aos 25 anos não adiantaria de nada. Fui! Entrei pela porta, pois não tinha janela.

Com o meu celular, olhei a lista do que tinha que ser comprado. Era pouca coisa. Fui direto pra geladeira, pois ainda não tinha tomado coragem de me adentrar nos corredores estantais. Na geladeira, peguei a margarina, presunto e queijo. Pra não deixar de ser chato, conferi a validade deles pra ver se já não tinham passado.

Agora eu precisava do macarrão. Pra minha alegria, ele estava debaixo do meu nariz (não literalmente, claro). Mas, pra minha tristeza, o estrato de tomate estava foragido.

Olhei pros lados, pra frente, pro teto, e nada dele. Avistei uma alma viva e perguntei, como quem não quer nada, onde poderia estar este estrato.

- Pergunta lá no posto Ipiranga. - Pensei.
- Cala boca, pensamento! - Respondi pro meu pensamento, como se isso fizesse sentido.
- Tá ali naquele corredor! - Disse-me a boa alma, apontando.

Agradeci e me dirigi ao escuro corredor. Ouvi vozes enquanto trafegava por ali. Pensei em voltar, mas não dava. Me despedi mentalmente dos meus familiares, porque vai que eu ficasse perdido por lá e nunca mais fosse encontrado. Olha que isso acontece muito nos mercados deste mundo. Finalmente cheguei na prateleira onde estavam os estratos. Peguei um e saí correndo pro caixa.

Paguei, saí pela porta e fui pra casa. Em casa sim, entrei pela janela, pra fazer um parkour legal. Quase quebrei a perna e o vidro.

Na cozinha, pedi pra minha mãe fazer o unboxing do que comprei pra conferir se tava tudo certo. Fui aprovado na missão.

Agora, pretendo voltar sozinho num mercado só no ano dois mil e nunca. E que até lá, já tenham inventado um GPS pros corredores dos mercados com satélite dedicado. Até mais!

A moça idiota

quinta-feira, 9 de junho de 2016
Havia numa certa cidade de nome duplo uma menina idiota. Idiota não por ser idiota de verdade, mas era assim que eu achava que ela era. E, curiosamente, eu gostava dessa idiota.

Na pastelaria

Todos os dias a gente conversava sobre qualquer coisa. Até sobre pneu de caminhão e trem (embora trem não tenha pneu, vai entender).

Nos conhecemos numa feira de pastel aqui da minha cidade. Ela estava comendo pastel de queijo e eu, pastel de frango (segundo o japonês, dono da barraca, o certo era falar flango). Eu na minha mesa, ela na dela. Eu saboreando o meu pastel e ela, o dela... E nisso, entre uma mordida e outra, nossos olhos se encontraram. Os meus estavam vermelhos por causa da gripe. Os dela eram verde cor de esgoto, mas até que eram bonitos.

Ficamos nos olhando então, igual dois retardados. O japonês queria fechar a barraca, mas não deixamos. Repetimos os pastéis. E, cada um na sua mesa, ficou de olho ora no pastel, ora no outro.

Como ninguém se mexia e como o japonês estava com pressa, ele veio me dar um toque:

- Ei, o pastel de flango está bom né? - Disse ele. - Aquela moça tá olhando pla você, vai lá falar com ela e saiam da minha balaca.
- Poxa, tá me expulsando é? - Questionei-o, abismado.
- Sim! - Exclamou o japa.

E assim, motivado pela expulsão internacional, fui lá falar com a moça:

- Oi, Cacilda, sua bochecha está suja! - Exclamei eu (notem como eu sou ótimo em iniciar conversa com uma moça que estou interessado).
- Meu nome não é Cacilda! Você é bonitão hein! - Bladou ela, com um olho em mim e o outro no pastel, enquanto limpava a bochecha.
- Obrigado, sei que sou. - Eu não fui nada modesto. - Vamos namorar e sair daqui?
- Vamos! - Confirmou ela, sorridente, já levantando dali, pra alegria do japonês.
- Tchau plos dois, e não voltem mais! - Gritou o japa pasteleiro, fechando a barraca (acabou queimando 3 lâmpadas por causa da pressa).

A moça e eu saímos dali contentes. Saltitantes. A cada instante, era uma beijo aqui, outro ali, todos com sabor de pastel de frango e queijo junto. Que delícia!

Se passaram quase 6 meses de pura alegria, brigas, reconciliações, pequenos ciúmes até chegarmos onde chegamos.

Ela voltou pra cidade dela, e eu fiquei aqui. Conversando pelo Whats, as coisas foram esfriando. Não tinha mais beijos, não tinham mais pastéis. Ela agora só comia pão de queijo, e eu, coxinha. Viu, mudamos bastante.

Agora, não somos mais namorados, somos apenas dois idiotas distantes, mas ela é mais, bem mais idiota do que eu.

Faz 3 anos que não conversamos, mas sempre que eu como um pastel de frango lá na barraca do japonês, ele chora. Chora porque lembra da minha história com a menina idiota dos olhos verdes da cor de esgoto. Chora também porque lembra do prejuízo das 3 lâmpadas. E quando o pensamento dele chega nessa parte, ele para de chorar e grita pra mim:

- Sai da minha balaca, seu idiota!

É bom que eu saio sem pagar. Ah, aquela idiota.

Facilidade em perder amigos

quarta-feira, 8 de junho de 2016
Eu tenho essa facilidade em perder amigos. Acabei de perder uma e, dessa vez, nem sei o motivo.

Grupo de amigos

Pelo jeito, 2019 não será como eu achei que seria. Mas também, muito audácia minha que nunca tive uma amizade duradoura achar que essa chegaria pelo menos até 2019.

Fazer o que, né? Nunca fui muito bom em fazer amigos, mas sempre fui ótimo em acabar com as amizades virtuais que tive.

Agora, só me resta ficar triste, e aguardar uma nova temporada, onde eu conheço alguém, gosto dessa pessoa e, depois de algum tempo, a gente se separa, isso pra cumprir o ciclo em que estou constantemente.

Parabéns pra mim 😕👎.

Vivo Tudo Turbo inútil

segunda-feira, 6 de junho de 2016
Hoje, tive a infeliz surpresa que essa promoção estava ativa na minha conta sem eu ter solicitado nada, comendo pouco mais de 7 reais semanais do meu número.

Logo da Vivo deitado, como se estivesse morto
Vivo ou Morta

A Vivo é aquela operadora inútil que comprou a GVT e resolveu piorar o serviço de internet de seus usuários, fazendo-a cair toda hora e deixando-a lenta várias vezes ao dia.

Ela também é a responsável pela implantação em massa de franquias para Internet de casa.

É, infelizmente minha rede de celular é desta (des)prestadora. Vez ou outra eu tenho que pôr crédito para telefonar pra alguém. E só pra isso. Mas, no dia 31 de maio deste ano ela resolveu me colocar numa promoção idiota: Vivo Tudo Turbo 200Mega.

Nota: eu não aceitei nada! Procurando nas minhas mensagens, percebi que uma delas dizia que eu receberia uma outra mensagem confirmando minha adesão ao plano. Mas, na época, nem liguei, já que eu não tinha solicitado promoção alguma.

Resultado: dos 20 reais que coloquei esse mês, mais de 14 foram comidos por essa promoção inútil. Eu não usei nada desses 200 mega de internet 3g, porque, convenhamos, esse tipo de conexão é um lixo. É lenta. É limitada. Tendo Wi-Fi, quem é que usa isso?

Como desativar o Vivo Tudo Turbo


Pra me descadastrar, liguei para *9003, ouvi um cara chato falando de mais promoções, cliquei no número 2 pra entrar nessa, ele disse que eu já estava cadastrado e que para eu cancelar o cadastro, deveria clicar num número e depois confirmar.

Pronto, consegui cancelar, mas esses 14 reais já eram. Que raiva! Não sei com que direito essa empresa achou que poderia me colocar numa promoção e descontar tanto pra nada. Vivo inútil! Empresa inútil! Não contratem. E se puder, saia dela.

Até a próxima!

Sobre quem se importa com você

sábado, 4 de junho de 2016
Anteontem, dei um adeus para alguém que eu tinha como amiga. Apesar de odiar despedidas, às vezes elas são necessárias, principalmente quando a outra pessoa não está nem aí pra você.

Imagem: http://www.emparaleigos.com / Modificações nossas

Sempre fui uma pessoa quieta no meu canto. Aglomerado de gente não me agrada muito. Prefiro a brisa dos ventos ao calor humano (risos). Mas, mesmo sendo esse ser solitário, sempre fiz amizades. Poucas, admito, mas boas amizades.

Desde a época de escola, até na faculdade, sempre tive alguém pra compartilhar momentos. E atualmente, apesar de algumas brigas, ainda tenho alguns amigos.

E o que é um amigo? Entenda amigo também como amiga (a gramática generaliza no "o", e usar "x" no lugar dele é coisa de retardado). Amigo é aquela pessoa chata, mas legal, que tá sempre ali, ou de vez em quando lá. Que conversa, que briga, que te puxa a orelha e te dá comida, quando dá pra dar. Amigo é aquela pessoa com quem você pode contar, principalmente nos momentos ruins. Colegas somem nessas épocas de fogo, mas o amigo permanece lá, te incomodando, mas fazendo companhia.

Amigo te procura. Amigo te acha (até quando você está se escondendo). Amigo é amigo.

Essa descrição do que é "amigo" foi necessária e é necessário que você faça às vezes para perceber se aquela pessoa com quem você gasta tanto tempo realmente é o seu amigo, ou só mais alguém... O que você descobrir não pode ser muito bom, mas servirá para alguma coisa.

Anteontem, percebi que estava perdendo o meu tempo com quem não estava nem aí pra mim, nem para o meu tempo. E talvez a culpa nem tenha sido dela. Às vezes investimos muito em alguém que nem está interessada neste investimento. Demorei pra perceber, mas me despedi sutilmente, espero que ela tenha entendido.

Concluindo, se dedique apenas a quem demonstra interesse. Não deixe escapar aquelas pessoas que dão um tempo no que estão fazendo para conversar com você. Amigos de verdade são poucos nessa nossa curta vida.

Post com a hora errada

sexta-feira, 3 de junho de 2016
Veja como é simples corrigir o problema da hora errada quando você posta seu artigo.

Identidade visual do nosso blog ao fundo, silhueta de um relógio e o sinal de negativo
Hora errada nas postagens

Apesar da plataforma do Blogger (ou Blogspot) ser antiga, há sempre usuários novos ingressando nela, criando seu primeiro blog. E eis que surgem algumas dúvidas e problemas. Um deles é que ao postar um artigo, a hora de publicação não corresponde com a hora do sistema.

Para corrigir isso, é muito fácil. Isso acontece porque o fuso horário da sua conta não está igual ao do Brasil. Sabendo disso, vamos alterá-lo para o nosso.

No painel do seu blog, vá em Configurações. No submenu, escolha Idioma e Formatação. Agora, em Fuso horário, é só selecionar (GTM-03:00) São Paulo e clicar em Salvar configurações.

Alterar fuso horário do blog no Blogger
Não se esqueça de salvar as alterações

Pronto, a hora das postagens já publicadas será corrigida e as próximas publicações já estarão no fuso horário brasileiro. Dica simples, mas muito útil. Até a próxima!

Copiar texto sem formatação para o post

quarta-feira, 1 de junho de 2016
Essa dica é rápida, mas muito útil para nós blogueiros. Veja como é simples copiar um texto para o seu post sem a formatação original dele.

Como colar texto sem formatação no blog
Colar texto sem formatação no blog

A dica é rápida: copie o texto e cole-o no Bloco de Notas do seu Windows. Como a codificação de letras é simples nesse programa, ele colará apenas os caracteres, desprezando a formatação.

Agora, copie (Ctrl+C) o texto no Bloco de Notas e cole (Ctrl+V) no seu post.  Pronto, o texto colado estará igual ao padrão do texto no editor do seu blog.

Escritor, eu posso usar o Word? Pode não, leitor, pois o Word copia toda a formatação do texto.

Escritor, meu irmão deixou a fonte do texto no Bloco de Notas tudo grandona, posso matar ele? Também não pode. Ao invés disso, você pode seguir essa dica usando a barra de endereço do seu navegador mesmo. Faça o teste aí!

É isso. Tem mais alguma dica para acrescentar nessa nossa dica? Então deixe seu comentário aí embaixo. Até a próxima!

Adblock Detectado

Percebemos que seu AdBlock está bloqueando propagandas no nosso blog.

Desative-o, por favor, também não gostamos de janelas abrindo aleatoriamente, então não temos dessas aqui.

Muito obrigado!