Maio 2015 | Blog do Joanir

Quase careca de saber

sábado, 30 de maio de 2015
Tenho a leve impressão de que o cabeleireiro estava bravo comigo, anteontem. Ao chegar no local, primeiro ele disse que eu parecia um homem das cavernas. Depois, cortou meus cabelos me deixando quase careca. O que aconteceu?

Foto do Willy Wonka sorrindo com dizeres: 'Jovem, e essa careca aí?'
Imagem: http://geradormemes.com


É sabido por alguns de vocês que até o final de 2013, eu era cabeludo. Sim, ainda sinto falta daqueles cachos bagunçados, até sonho com eles, às vezes. Deixei os cabelos crescerem desde 2009, ou um pouco antes, e a partir daí, só voltei a pisar em um cabeleireiro 5 anos depois.

Parece que eu não gostava muito desse profissional. E não gostava mesmo. Eu já não era muito bonito na época (agora estou bem bonitão), e pra piorar a situação, após cortar os cabelos, a situação piorava. Então, um dia, sem mais nem menos, decidi não mais cortar os cabelos. Passar longe dos cabeleireiros.

Mas em 2013, as coisas mudaram, mas não foi tão rápido assim. Precisou-se de anos de súplicas da minha mães, colegas e amigas para que eu tirasse meus cabelos pra lavar, como dizem alguns. E num dia frio (como o de hoje, aqui no Paraná), decidi adentrar-me num estabelecimento. E é neste local que corto os cabelos até hoje.

Vou uma vez a cada dois meses. Dessa vez, demorei mais e meus cabelos já estavam espantados. Grandes e tudo mais. Então, ao me ver, o cabeleireiro também se espantou a ver minha cara. "Tá parecendo um homem das cavernas com essa barba toda mal feita, você não tem vergonha não? O que a tua namorada acha disso?" - Ele disse. Eu respondi - "Namorada, que namorada, tio??? Tenho não (e pus-me a chorar). Não satisfeito com minha tristeza, ele pega a tesoura e começa a corta. Deixa o campo lisinho. Maldade pura.

Agora, estou aqui, um pouco careca e com mais frio do que nunca.

Whatsapp sem graça

quinta-feira, 28 de maio de 2015
Finalmente, criei uma conta no Whatsapp. Poxa vida, até o pessoal da terceira idade me pedindo pra criar um, não tinha como resistir por mais tempo. Conta criada, me sinto um perdido vindo dos anos 90 tentando entender o sistema todo.

Sou o novo administrador do grupo


Creio que todo mundo saiba o que é Whatsapp, não preciso nem explicar, né?! Pra quem "não é todo mundo" (segundo algumas mães), o Whats (também conhecido como Zap zap ou "coisa do tinhoso") é um aplicativo pra troca de mensagens e conteúdos digitais por meio do celular.

Basicamente, é mais uma rede social. E por ser "mais uma rede social", eu não queria criar uma conta nisso. Meu receio era que isso se tornasse, para mim, mais uma perda de tempo. Já passo o dia todo no computador. Quando saísse de casa, não quereria ficar preso à tela do celular com essa rede. Não sou muito de conversar, tanto virtual, quanto pessoalmente. Mas, quando saio, quero está desligado de tudo que for virtual, nem que seja para apenas olhar o céu enquanto vou comprar pão.

Mas, acabei criando. Motivos não havia ao certo. O pessoal da igreja criou um grupo e parece que só eu não estava nele. Meu orientador pediu meu Whats no dia da minha orientação. 

Bom, mas o fato é que criei a bagaça. Tentei me familiarizar com os menus e funcionalidades. Troquei conversas com alguns contatos. Tentei excluir outros que já apareceram lá automaticamente, mas até agora, não descobri como. Gente que nem conheço.

Como até agora só acessei esse aplicativo três vezes, não dá pra fazer uma análise mais concreta. Mas já tenho uns dados assustadores. No começo desse texto, disse que alguns chamam esse app de "coisa do tinhoso". Isso já pôde ser comprovado por mim. Com apenas essas 3 vezes, já tenho uma briga, um contato que quero excluir e um toco.

O lance da briga não é tão sério assim. O do contato é. E o do toco partiu o meu coração (risos (seguidos de choros)). Fazer o que, a vida segue.

Para concluir, creio que o Whatsapp é um aplicativo interessante. Tudo depende do uso que dermos a ele. Ah, não leve esse post muito a sério. Pelo menos, já sou administrador de um grupo (veja a foto acima).

Marcado para reiniciar

segunda-feira, 25 de maio de 2015
Isso que acontece ao usar o Windows. Ele reinicia quando quer e não te dá uma chance para uma segunda opção. Meu Windows vai reiniciar em 14 minutos, então serei rápido.

Windows: reiniciação obrigatória
Imagem: http://www.hardware.com.br

É o seguinte: não tem um "seguinte". O caso é que estou usando a versão Developer Preview do Windows 10. Então, frequentemente, a Microsoft lança uma versão nova. Ela vem por meio do Windows Update. Ao ser baixada, aparece uma tela temerosa dizendo que o sistema precisa ser reiniciado. Primeiramente, ela te dá a opção de adiar. Eu fiz isso: selecionei "reiniciar daqui a 4 horas". Como 4 horas já se passaram, eles disseram: "é agora ou nunca, seu computador será reiniciado em 14 minutos, você não pode fazer nada para nos impedir. Aceita que dói menos".

Como não tem o que ser feito, o jeito foi escrever esse post. Nestes últimos momentos que nos restam, podemos conversar, né?! Bom, antes, deixa eu upar uma imagem aqui.

Pronto!! E aí, tudo bem com você? Será que chove? Aqui tá chovendo desde ontem. Chuvinha boa pra ficar em casa.

Crônicas de 1999 - Primeira página

sábado, 23 de maio de 2015
Primeiro de janeiro de mil novecentos e noventa e nove. O que eu sei do mundo? Não muita coisa. Conheço umas dez ruas do meu bairro, ou menos. As mais frequentadas são as que vão de casa até a minha escola. Estou de férias ainda, e elas são relativamente grandes (entre dois e três meses); começarei a estudar a segunda série. Escola Municipal Olímpio Rafagnin. Nunca tentei descobrir o motivo deste nome, só sei que associo ele ao nome do Hotel Rafain, que fica na avenida Olímpio Rafagnin, marginal da BR277.

Crianças riscando um quadro com giz.
Imagem: http://unimednne.com (Edição nossa)
Primeiro dia de aula. Hoje, fui pra escola. Não vi meus amigos Jonathan e Adan do ano passado. Acho que não estão mais estudando aqui. Nem vi a Márcia, a menina que ficava correndo atrás de mim. Eu acho que gostava dela, mas tinha vergonha. A timidez já é uma característica minha. Um adjetivo que nunca quis ter, mas tenho desde sempre. Sentei na primeira cadeira que vi e não olhei para trás a aula toda, nem para pegar meu material da mochila. A sala era outra e a professora também. Não lembro o nome dela.

Não estava com muita pressa. Na verdade, a vida, que pra mim ainda é muito pequena, passa bem devagar. Mas o sinal acaba de tocar e me dirijo para casa. No caminho, rua de pedras, a competição começa silenciosa entre os alunos da minha escola. Alguns, vão embora com as vans escolares, mas outros, como eu, seguiria uma rua reta, com vários cruzamentos. A competição é ganha por quem permanecer na frente da fila multiforme. Passos apressados (agora sim, uma pressa nesse mundo). Alguns correm, outros cansam.

Enfim, chego em casa. Catita me espera. Não é apenas uma cadela, é uma amiga que mora com a gente. Se ela me entende, nunca saberei ao certo. Mas é bom contar casos pra ela. Ela gosta.

Na manhã seguinte, minha única preocupação seria não perder meus desenhos preferidos, enquanto me dividia entre a Globo e o SBT. Ainda daria tempo pra brincar no quintal. Brincar não, explorar algo novo.


Como pôr backgrounds diferentes nas postagens

segunda-feira, 11 de maio de 2015
Gostaria de ter um background (imagem de fundo) diferente em uma postagem do seu blog? Algo mais específico ao assunto? Então acompanhe esse simples tutorial de como colocar um background com a cara do seu blog.

Na imagem, há três prints de tela de uma postagem deste blog. Em cada print, é mostrado uma imagem de fundo (background) diferente
Backgrounds diferentes

O que é preciso

Basicamente, na edição da sua postagem,, no modo HTML, você deve pôr o código abaixo.

<style>
body {background-image: url(link-da-sua-imagem.jpg); background-size: cover;}
</style>

Veja na imagem:

Como pôr o background no body do blog: na postagem, selecionar o modo HTML e por a tag <style> body{}</style>
Editando a postagem em modo HTML

Feito isso, o seu código já estará funcionando. Porém, quando você estiver na página inicial do seu blog, haverá conflito entre o Background principal do seu blog com o background específico da sua postagem. Para resolver isso, coloque o código mencionado acima em qualquer lugar abaixo da Expansão de postagem.

Deve-se pôr o código abaixo da tag <hr class=
Deve-se pôr o código abaixo da tag <!--more-->

Em HTML, essa expansão é identificada como <!--more-->. Ela cria, na página inicial do seu blog, um "Leia mais". Se você não a usa, pode utilizar o código sem ela, mas dessa forma, a página inicial do blog sempre terá a background configurada do post  que estiver no topo.

É isso. Espero ter ajudado, Até a próxima.

Adblock Detectado

Percebemos que seu AdBlock está bloqueando propagandas no nosso blog.

Desative-o, por favor, também não gostamos de janelas abrindo aleatoriamente, então não temos dessas aqui.

Muito obrigado!